ARTIGO
CONTROLES GERENCIAIS E SUA IMPORT?NCIA

Como foi visto na primeira edição, falamos aqui da importância do planejamento na abertura de uma empresa. Meu interesse com esse tema é de provocá-los a refletir sobre a necessidade dos controles gerenciais. Para abordar esse assunto, vou comparar uma empresa a um carro (veículo).

Imagine o quanto é difícil dirigir um veículo em estradas danificadas, sem sinalização, sem acostamento, é muito complicado. Por mais difícil que seja os veículos irão continuar trafegando, alguns motoristas prudentes, outros nem tanto, e por esse motivo o número de acidentes acaba sendo grande. É possível a comparação desse fato com as empresas que acabam encerrando suas atividades, por motivos diversos, entre eles a falta de planejamento e a falta de controles gerenciais...

A trafegabilidade nas estradas facilita ou dificulta de acordo com vários fatores, entre eles o clima (tempo), as condições do veículo e do motorista, as condições da própria estrada, etc... Da mesma forma o cenário econômico que os empresários encontram (semelhante as estradas) em algumas situações são ótimas (facilitando) e em outras totalmente desfavoráveis (dificultando) para uma gestão tranqüila e segura, e mesmo assim, uma média de mais de 470 mil empresas são constituídas por ano, e destas, com empresários preparados (prudentes) e outros nem tanto.

Seria utopia pensarmos que encontraríamos um cenário econômico “sempre” favorável ou estradas em perfeitas condições. Como isso não é possível, ou melhor, difícil, necessita tanto o motorista como o empresário, estarem sempre seguros e bem preparados, e para isso, eles precisam de informações; o motorista, sobre a estrada e o veículo, e o empresário, sobre o cenário econômico e a situação da empresa.

Sugiro imaginarem um motorista dirigindo um veículo em qualquer tipo de estrada, sem as informações do marcador de quilometragem, não sabendo o quanto já foi percorrido - sem o marcador do consumo do combustível, não sabendo qual é o momento que deveria abastecer novamente, podendo em qualquer hora seu funcionamento ser interrompido por falta de combustível - sem o velocímetro, não tendo a ideal noção da velocidade do veículo. Imaginem também sem os retrovisores interno e externos, não auxiliando nas ultrapassagens e não percebendo quando seu veículo está sendo ultrapassado... Uma empresa sem controles que produzem indicadores que facilitam na gestão do negócio é como dirigir um veículo sem tudo isso (sem seu “painel de controle”), em precárias condições, que não oferece segurança, onde a qualquer momento pode parar e/ou sofrer um acidente. Assim são as empresas, não há gestão segura sem controles, sem indicadores, por exemplo – média de faturamento - custo fixo - valor das contas a pagar e a receber - índice de inadimplência - ponto de equilíbrio da empresa - critérios utilizados na formação do preço de venda - estoque - índice de vendas a vista e a prazo - entre outros...

As empresas precisam estar preparadas, com suas estratégias bem definidas e claras e com seus controles gerenciais bem estruturados, possibilitando a leitura dos indicadores e subsidiando o empresário de tal forma que ao gerir sua empresa tome a melhor decisão.

O Planejamento e o monitoramento sistemático é uma das características do comportamento empreendedor, e se você empresário ou futuro empresário, não tem essa característica despertada, e/ou não possui os controles necessários para uma gestão segura, ainda há tempo, inicie esse processo ou busque ajuda de profissionais capacitados.

 

Alessandro Dal Piva
CRC/RS: 64.350
alessandro@dallconsolucoes.com.br
Contador e Consultor da DALLCON Soluções


Contato
Rua Presidente Kennedy, 909 - Sala 001
Subsolo Edifício da Matriz
CEP: 98400-000

Frederico Westphalen / RS

Telefone: (55) 3744.1609 / 6899